A- A+

Notícias

23/08/2021

Mês do Cachorro Louco: um alerta para a prevenção da Raiva

Certamente você já ouviu falar que o mês de agosto é conhecido como o “mês do desgosto”... mas, você sabia que esse também é o mês do cachorro louco?

O que parece apenas uma expressão engraçada, na verdade, é uma forma de chamar a atenção da população e, em especial, dos tutores para a Raiva, doença zoonótica viral que atinge cães e gatos de forma letal e que, pela proximidade e vivência dentro dos domicílios, pode ser transmitida para os humanos.

A expressão “cachorro louco”, no entanto, teria resultado do fato do mês de agosto estar relacionado a estudos que apontam para o período como um coincidente cio de cadelas, devido às condições climáticas dessa época do ano. A concentração dos cães na disputa dessas fêmeas como “loucos” gerariam brigas sem controle, com mordidas e arranhaduras, o que possibilitaria uma maior disseminação do vírus causador da doença.

“É constante a preocupação da comunidade científica com a proliferação do vírus da Raiva. E agosto é considerado o mês de conscientização e prevenção contra a doença, que tem como principal profilaxia a vacina antirrábica, disponível sempre no segundo semestre do ano. Ou seja, é hora de proteger cães e gatos”, reforça o médico-veterinário Paulo Wianês, presidente da Comissão de Saúde Pública Veterinária do Conselho Regional de Medicina Veterinária de Alagoas – CRMV-AL.

Em Alagoas, a vacinação antirrábica oferecida gratuitamente na rede pública de saúde, está prevista para o final do mês de outubro, mas a dose anual também é disponibilizada por clínicas veterinárias o ano inteiro. Então, não deixe de proteger o seu animal e sempre consulte os profissionais da área para esclarecer suas dúvidas.

Sobre a doença

A raiva é uma doença infecciosa, transmitida entre mamíferos, inclusive ao homem, geralmente por mordida, arranhão ou lambida de um animal infectado. Ela é causada por vírus pertencentes à família Rhabdoviridae (do grego rhábdos, “vara”, “bastão”), do gênero Lyssavirus (em grego, Lyssa, “loucura”). Esses vírus se multiplica no sistema nervoso central e segue para as glândulas salivares, sendo o cão e o gato os principais hospedeiros na área urbana.

A doença apresenta o período de transmissão de dois a três dias antes do surgimento dos sintomas clínicos, em animais domésticos, durando por toda a evolução da doença, com a morte ocorrendo entre cinco e sete dias após a manifestação sintomática. Não existe tratamento específico para a raiva, por isso a vacinação é forma mais eficaz para impedir que o vírus alcance a população.

O que fazer em casos de mordidas ou arranhaduras?

  • Higienize a área atingida, lavando o ferimento com água e sabão e procure ajuda médica;

  • Identifique o animal agressor e seu tutor;

  • Caso o animal seja conhecido, observe seu comportamento por pelo menos 10 dias;

  • Se o animal estiver em condição de rua, procure o Centro de Controle de Zoonoses de seu município.

 

Ascom CRMV-AL

CRMV-AL Conselho Regional de Medicina Veterinária do Estado de Alagoas - 2020
Rua 26 de Abril, 299 – Poço – Maceió/AL – CEP: 57.025-570
Telefones: (82) 3221-2086 / Fax: 3336-2976
E-mail: crmv-al@crmv-al.org.br
Horário de funcionamento: 12h às 17h.

acessar webmail